Pró Saber 30 Anos

notícias

voltar

Crianças consteladas

7/9/2017

Cerca de 250 crianças de oito escolas tiveram sessões especiais de diversão e arte na festa de 30 anos do Pró-Saber. Elas participaram de visitas guiadas à exposição Constelar. Curiosas e atentas, percorreram a sede do Pró-Saber na companhia de um time de monitores, tecendo comentários como “vocês cozinham muito por aqui, né?”, diante da escultura que Camille Kachani fez com fósforos usados, ou “legal, porque a madeira é o osso da árvore”, sobre o trabalho de Afonso Tostes com ferramentas cujos cabos são representados como ossos.

Logo na primeira sala, que abrigou trabalhos de Ana Miguel, todos se encantaram e riram com “Você não me pega”, em que corações de veludo vermelho movidos por mecanismo de corda correm um atrás do outro, e disputaram a vez de deitar em “I Love You”, almofadão instalado sob uma teia vermelha. No espaço Quimera, o grande sucesso foi o trem que tira sons de diferentes vidros ao longo de seu percurso, na obra batizada por Cadu de “Partitura V”.

A primeira visita foi dos alunos da Escola de Educação Integral Padre Quinha, que foram ao Pró-Saber no domingo para apresentação da linda orquestra da Ação Social pela Música, núcleo Vale do Cuiabá. As demais escolas atendidas foram as creches Santa Mônica e Chácara do Céu, que têm como professoras a aluna do Pró-Saber Mônica Bonafé e a ex-aluna Silvia Helena de Oliveira, e os colégios Andrews, Colégio Pedro II, Colégio Padre Antônio Vieira, Sá Pereira e Joaquim Abílio Borges. 

A equipe de monitores, coordenada por Pedro Bonfim, foi formada por Felipe Barros, Layla Waltenberg,  Juliana Freitas, Guilherme Leme Tarini, Pedro Ambrosoli e Mayara Soeiro.


Comentários

Uaal! Agência web