O Instituto

O Pró-Saber é uma faculdade particular gratuita que trabalha, há 30 anos, pela valorização da educação pública e pelo reconhecimento da educação infantil como pilar da redução da desigualdade no Brasil. Começou em 1987, como Centro de Estudos e Atendimento Psicopedagógico, voltado prioritariamente para alunos da rede pública. E foi se qualificando até se tornar, em 2004, o Instituto Superior de Educação, reconhecido pelo MEC. O ISEPS forma, em serviço, professores que trabalham em escolas públicas de Educação Infantil situadas em comunidades de baixa renda. Desde 2004, o Pró-Saber formou 380 professores, cujo trabalho beneficiou e beneficia, direta e indiretamente, cerca de 24 mil pessoas, entre crianças, professores e profissionais de educação infantil em 133 creches de 67 comunidades do Rio de Janeiro.

Além do Atendimento Psicopedagógico e da Graduação de professores de Educação Infantil, o Pró-Saber oferece cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Psicopedagogia e em Educação Inclusiva; e cursos de extensão nas áreas de Psicopedagogia, Arte, Filosofia, Educação e Psicanálise.

Seguindo a sua proposta de reflexão continuada, e com a reconhecida qualidade do trabalho que vem realizando, o Pró-Saber promove seminários em forma de Laboratórios de Pensamento para instituições de ensino públicas e privadas, visando ampliar o debate sobre os desafios contemporâneos da Educação.

Conheça nossa história

  • 1987

    O Pró-Saber é fundado como Centro de Estudos e Atendimento Psicopedagógico para crianças com dificuldade na escola.

  • 1995

    Estende sua atuação para a prevenção dos problemas de aprendizagem, começando pelo CIEP Agostinho Neto, no Humaitá. Ali nasce o projeto “Heróis da Resistência”, trabalho de psicopedagogia institucional em uma escola pública de tempo integral, envolvendo professores, famílias e funcionários.

    Trabalha na construção do Projeto Político Pedagógico da creche “Cantinho da Natureza”, no Morro dos Cabritos.

  • 2000

    Baseado na teoria construtivista, o projeto “Fazendo Arte’ estimula a criação de brinquedos e jogos a partir de materiais recicláveis.

  • 2001

    “Fazendo Arte” se amplia e culmina no projeto “Trilhas do conhecimento”, no Jardim Botânico, patrocinado pela IBM.

  • 2002

    Em parceria com o Centro de Liderança da Mulher (CELIM), inicia-se o curso de formação em serviço, em nível médio para professoras de creches comunitárias.


    O PROJETO Constelação é criado e busca a implementação de polos sócio-educativos em comunidades onde o Pró-Saber está presente. Inaugura-se o verbo “CONSTELAR” quando um aluno explica que não precisa mais participar do projeto, pois já se tornara um “constelado”.


    Início do projeto “Formação de formadores”, que busca a permanente oxigenação do conhecimento dos professores.

  • 2003

    O Pró-Saber chega a São Paulo, na comunidade de Paraisópolis.


    Pesquisa sobre o valor da amizade em escolas particulares e públicas resulta no projeto “Jovens ensinando jovens”, em parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro. Alunos dos colégios Santo Inácio e Pedro II atuam como professores de alunos moradores de 12 comunidades, com objetivo de aumentar o acesso a escolas que oferecem Ensino Médio de qualidade.


    O projeto culmina na montagem do musical “Os Saltimbancos”, de Chico Buarque, no Circo Voador e no Teatro João Caetano.

  • 2004

    O Ministério da Educação e Cultura (MEC) credencia o Pró-Saber como Instituto Superior de Educação e autoriza a abertura do Curso Normal Superior, faculdade particular gratuita que forma professores de Educação Infantil que já atuam em creches em comunidades carentes do Rio de Janeiro.

  • 2005

    Primeiro vestibular para o Curso Normal Superior do ISEPS.

  • 2006

    O Pró-Saber ganha o prêmio UNESCO-Criança Esperança para a implementação de brinquedotecas e bibliotecas em dez creches comunitárias.

  • 2007

    Começa o projeto "Novos Horizontes", em parceria com professores da Escola Alemã Corcovado, que selecionou 27 jovens de 14 escolas da rede pública para, por três anos e meio, receber ensino de excelência e ingressar na Universidade em condições de igualdade com aqueles que tiveram acesso a ensino de qualidade no Ensino Fundamental.

  • 2008

    No CIEP Agostinho Neto, o projeto "Acreditar para ver", apoiado pelo Instituto Dynamo, comprova a possibilidade de alfabetização para todos.

  • 2009

    Firmado convênio com a PUC-RJ para que o estágio curricular de experiência docente dos alunos de Pedagogia realize-se no Pró-Saber.


    Recebe o título Instituição Cidadania 2009, iniciativa da UNESCO, Associação Brasileira de Imprensa e Folha Dirigida.

  • 2010

    Assume a coordenação da escola de tempo integral Padre Quinha, em Petrópolis, no Vale do Cuiabá, que passa a funcionar como Colégio de Aplicação do Instituto Superior de Educação.


    Início da oferta de cursos de extensão em áreas correlatas e complementares às de atuação do Pró-Saber. Abertos a um público mais amplo, os cursos integram o programa de formação continuada do Instituto.

  • 2011

    Início do Programa de Pós-Graduação Lato Sensu. Especialização em Psicopedagogia Clínica, Escolar e Comunitária.

  • 2014

    Criada a Pós-Graduação Lato Sensu, Especialização em Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva.

  • 2015

    Lançamento da revista ao Largo, dedicada a pensar a confluência entre arte, educação, filosofia.

  • 2016

    Criação dos Laboratórios de Pensamento, seminários realizados inicialmente em parceria com a Escola Parque e com o Colégio Andrews.

    Firmado Acordo de Cooperação Técnica com o Departamento de Design da PUC-Rio visando o desenvolvimento de projetos sócio-educacionais para participantes do Projeto Constelação.

  • 2017

    Pró-Saber comemora 30 anos de existência.

  • 2018

    Realizado o primeiro Laboratório do Pensamento em uma escola pública – a Escola Municipal Joaquim Abílio Borges.


    Edições Pró-Saber lança no Brasil o livro “Sobre a Estética”, de Edgar Morin.

  • 2019

    Pró-Saber participa da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), com apresentação das alunas do segundo ano do Curso Normal Superior.